Páscoa longe de casa

 

Essa é da série “primeiras vezes” hahaha. Isso porque essa foi minha primeira páscoa longe de casa e longe da minha família! Tenho que admitir que isso me deixou meio tristinha, por não poder estar no sítio com a minha família, comendo a comida da minha avó, tia e mãe, tomando banho de piscina e comendo ovo da páscoa como todos os anos mas também me proporcionou algumas experiências novas que eu queria compartilhar com vocês.

Primeiro de tudo, o feriado aqui começou na sexta-feira e foi até hoje, segunda! No Brasil eu não tinha aula a partir quinta-feira e voltava para a escola normalmente na segunda. Inclusive, fomos ao centro da cidade hoje e algumas lojas estavam fechadas, tentamos ir à biblioteca e os funcionários não estavam trabalhando devido à “segunda-feira de Páscoa”. Estranhei um pouco, mas faz parte, né? Pois bem, por causa desse feriado a maioria dos alunos aqui da escola foram para casa passar a páscoa com a família (já que a maioria deles são europeus e na Europa já viu, né? Tudo pertinho…) e eu até cogitei a possibilidade de viajar para algum canto, mas resolvi ficar aqui mesmo porque tinha muito que estudar.

Mas como prêmio de consolo por ser uma ótima aluna (hahaha) a escola organizou algumas atividades para celebrar a páscoa. No sábado, teve uma atividade de pintura de ovos para quem quisesse participar. Infelizmente, tive que assistir da minha janela porque, como eu disse, tinha muito o que estudar mas achei bem interessante, principalmente porque não é algo tão comum no Brasil. Já no domingo, houve uma caça aos ovos da páscoa e desse eu pude participar! Os mesmos ovos que foram pintados no dia anterior foram escondidos na parte exterior do campus e nós recebemos uma lista na qual tínhamos que escrever onde achamos cada um dos ovos, sem removê-los. Descobri que eu não tenho o menor talento para a coisa e fiquei em último lugar! haha Mas, em minha defesa, enquanto todo mundo fazia a brincadeira em grupo eu procurei os ovos sozinhas até o momento que uma amiga minha apareceu para me ajudar (valeu, Marie! hehe). Mesmo perdendo eu tive direito a um pacotinho com mini-ovinhos da páscoa dourados, o que foi ótimo porque esse ano eu não tinha comido um ovinho sequer!

Aliás, isso de ovo da páscoa é outra coisa curiosa… Pelo que eu vi no supermercado, os ovos de chocolate daqui vem dentro de uma caixa e não embrulhados num papel colorido como no Brasil. Também não tinha tantos ovos à venda quanto no Brasil, onde eles enchem longos corredores nos supermercados… Mas a história mais engraçada dessa páscoa foi sobre um ovo pequenino que a gente ganhou aqui na escola junto com o convite para participar da caça aos ovos: ao morder o chocolate percebi que tinha uma “coisa” branca dentro com uma bolinha amarela, igualzinhos a clara e a gema de um ovo de verdade. Imaginem o meu susto! hahaha Mas não se preocupem, os ingleses não são malucos e era de mentirinha – uma espécie de creme açucarado.

Nessa páscoa teve também minha primeira missa em inglês. Para quem não sabe, sou católica, mas estava evitando esse primeiro choque com a celebração em inglês desde que cheguei, admito. Aqui no Reino Unido a maioria das igrejas são anglicanas e por isso eu tive que ir meio longe para achar uma igreja católica (essa era a St Aloysius Gonzaga, o oratório de Oxford). E que missa diferente! Primeiro, eu não entendi muito do que estava acontecendo já que estou acostumada com as orações em inglês (o sotaque forte britânico me deixou ainda mais confusa…). Na hora de dar a “paz de cristo” eu não sabia o que fazer hahaha Até que descobri que aqui se diz “peace be with you” (a paz esteja com você) na hora de cumprimentar as pessoas ao seu redor! Na igreja que eu costumava frequentar em Manaus, nós fazíamos fila para receber a hóstia na hora da comunhão, mas aqui deve-se ajoelhar em frente ao altar e esperar o padre ir até você. E você só pode ir embora depois do padre se retirar do salão da igreja… Mas sem dúvidas o que mais me fez impacto foi a falta de música, a minha parte favorita da missa, o que me fez notar que até as celebrações tem seu toque brasileiro!

Então gente, essa foi minha páscoa! Bem diferente mas nada ruim, afinal o objetivo do feriado é um só em qualquer lugar: refletir sobre o amor de Deus, não é mesmo?

3 thoughts on “Páscoa longe de casa

  1. Muito legal o post! Acho que ter essas experiências diferentes é a verdadeira essência de uma viagem, principalmente se for um intercâmbio!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s